sexta-feira, 16 de março de 2012

Os monstros terríveis que assolam os agregadores de notícias:Mendigos Virtuais e outras pragas!


Os monstros terríveis que assolam os agregadores de notícias

Os monstros terríveis que assolam os agregadores de notícias: Tipos de Fakes, Black Hat SEO, Trolls e outras pragas de assolam a internet e os agregadores de noticias; mendigos virtuais, spammers etc...VEJA UM POST REALMENTE SINISTRO!

1- King Ran

Os monstros terríveis que assolam os agregadores de notícias

 São alimentados por pontos obtidos através das noticias enviadas pelos blogueiros. A cada noticia definida como popular pelo agregador vão ganhando pernas, braços etc.. São germinados dentro do postador através de seu olho gordo sobre os primeiros colocados do Ranking e nascem como os bebês aliens: Ao estarem bastante desenvolvidos dentro do postador, simplesmente saem de sua barriga e mandam-no para a década de 70. Ou seja, sem internet, computadores, modens, sem porra nenhuma. O infeliz é obrigado a fazer sexo real, ter amigos reais, encontros reais, enfim o pior inferno! José Sidney foi uma das ilustres vitimas que participava do DIHITT e agora só se comunica com o mundo virtual através do FAKE12ZÉ, um fake de si mesmo, estabelecendo uma conexão desde o mundo real através de uma pomba gira. Pobre individuo...

CONTINUA...


>
2 – Fake de várias cabeças











Monstros terríveis de várias cabeças! Geralmente apenas uma é a dominante, as outras são apenas
escravas da principal, controlando o corpo e suas atitudes. Embora possuam cérebro, nada fazem sem a matriz. Assim que beneficiam a matriz votando em suas noticias, comentando, elogiando , tanto nas noticias, como nos recados, comentários, e em todo o lugar que puderem. Outra forma de agirem em favor da matriz é chingando os adversários de sua mestra, mesmo se queimando com tudo mundo. Porém sua mestra se mostra como a boazinha, a sensível, querida e amada. São terríveis, pois tem várias faces e cada uma se mostra de um jeito em favor da pricipal e quando você arranca uma, nasce outra. O único jeito de matar uma praga dessas é arrancando a cabeça matriz, que controla o corpo, matando todas as outras. Mas isso é uma tarefa difícil.

Nota: Ainda que isso seja só uma brincadeira, o fake que citamos aqui não se referem as pessoas que usam imagens de bichinhos, artistas, palhaços, personagem de desenhos animados, etc ( nem o Fake12zé que ele usa para manter contato com a realidade virtual )  e sim os Fakes lunáricos que querem enganar as pessoas se passando por outra para pontuarem pra si mesmos ou fazerem comentários pra si mesmos. 









3- Ctrl + c e Ctrl + v 

São dois monstros semelhantes a uma pulga, porém cada um tem mais de dois metros. Seus olhos são voltados para cima, nunca pra baixo, para os que estão com menos pontos. Possuem  entre eles uma ligação virtual siamesa. Ou seja, um não vive sem o outro. Através do ato de defecar, eles clonam conteúdos da internet e colocam no seu blog, nos comentários, enfim em qualquer lugar. Pegam as noticias e arrancam o cordão umbilical que as unem com o autor, roubando-lhe a criação. Portanto são selvagens, devoram os filhos dos outros e depois os defecam, criando os chamados PLÁGIOS, uma espécie de clone mutante. São muito rápidos, pulam muito alto, difíceis de capturar.











4- Pontuador



Um terrível monstro com um olho só, voltado sempre em direção aos primeiros lugares, e possuidor de um pé enorme e com capacidade de salto espantosa....porém ele só consegue andar em cima de números. Todavia esse é seu alimento básico, daí o seu nome. A partir do momento em que o número de pontos supera o número de noticias visitadas, se concebe um óvulo dentro do individuo, alimentado por esse até ser fecundado. Mesmo depois de ser fecundado, o blogueiro o segue alimentado até a idade adulta. Depois que se torna adulto, vira um verdadeiro devorador de pontos. Come todos os números que vê! Quanto mais pontos faz mas faminto fica! Ai num tem jeito, ele só pontua, não faz mais nada, só come, nada produz. 










5- Trolls

( Retirado do wikpedia )
Um troll, na gíria da internet, designa uma pessoa cujo comportamento tende sistematicamente a desestabilizar uma discussão, provocar e enfurecer as pessoas envolvidas nelas. O termo surgiu na Usenet, derivado da expressão trolling for suckers (lançando a isca para os trouxas), identificado e atribuído ao(s) causador(es) das sistemáticas flamewars


Há várias sistemáticas desenvolvidas por trolls para atuar num fórum de Internet, entre elas:
  • Jogar a isca e sair correndo: consiste em postar uma mensagem de polêmica grande já esperando uma grande reação em cadeia e flame war. Porém o troll não se envolve mais na discussão, some após a mensagem original e se diverte com a repercussão. Uma forma mais branda é postar noticias polêmicas (às vezes mensagens não-verídicas) só para observar a reação da comunidade.
  • Induzir a baixar o nível: alguns trolls testam a paciência dos interlocutores, induzem e persuadem a pessoa a perder o bom senso na discussão e apelar para baixaria e xingamentos. Com isso, o trol "queima o filme", consegue que a pessoa se auto-difame na comunidade por ter descido a um nível tão baixo.
  • Desfile intelectual: um trol  pode ter um bom nível intelectual, vocabulário sofisticado diante de outros discursantes, desfilar referências e contradizer os argumentos dos rivais por conhecimento e pesquisa, muitas vezes expondo-os ao ridículo e questionando sua formação educacional.
  • Repetição de falácias: outro método usado que induz ao cansaço, aqui o trol  repete seu conjunto de falácias até que leve seu interlocutor à exaustão, alegando depois ter vencido a discussão após o abandono do oponente.


Antigamente acreditava-se que para combater trolls de forma eficiente, os usuários e frequentadores de comunidades deviam se valer de apenas uma regra: Não alimente os trolls. (do inglês Don't feed the trolls). O fundamento dessa regra vem da afirmação de que se você discute com um troll, então ele já ganhou de você. Como um troll precisa de atenção para obter prazer e ser bem sucedido, ignorando um troll os usuários não apenas intimidariam seu ato como também provocariam profundo desgosto e frustração nele. O problema é que, quanto maior o quórum da discussão, mais difícil de se realizar essa tarefa, pois em qualquer grupo de debate sempre haverá alguém que responda ao troll. Mesmo que ninguém responda, nada é mais fácil do que convocar um segundo troll para discutir. Recentemente tornou-se comum observar a invasão de fóruns por grupos de trolls em que alguns "defendem" um ponto de vista e outros "defendem" o ponto de vista oposto apenas para baixar o nível da discussão, utilizando-se de argumentos estereotipados, falaciosos ou ofensivos.
Aos internautas sem poder de moderação, cabe apenas colaborar com a moderação indicando a atuação dos trolls e solicitando providências. Se a moderação não atuar adequadamente, o melhor é simplesmente abandonar o ambiente, pois a presença de trolls põe em xeque a credibilidade do blog ou da comunidade.